#Mulheres que mudam o mundo

Archive for the ‘MENSAGENS’ Category

Resoluções – Por quê elas não funcionam?

moleskini-aberto

POR QUE AS RESOLUÇÕES DE FIM DE ANO NÃO FUNCIONAM?

Existe em nós o anseio pela mudança, pelo crescimento. Quando um ano termina, cresce a esperança de que o novo chegue em cada área da nossa vida.

Porém, os estudos mostram que apenas 10 por cento das pessoas alcançam o que desejaram em suas resoluções de fim de ano. Por que?

Algumas idéias para reflexão: (mais…)

Anúncios

Primeira forma de amar:

“Ouvir sem interromper”

Provérbios 18

O que é ouvir? É somente emprestar nosso ouvido? Não. Ouvir é um dos nossos sentidos que “não controlamos”. Se alguém põe uma música alta involuntariamente a ouvimos, porém em segundos o que era música se torna um barulho e se alguém perguntar: que música é esta? Certamente não saberemos responder, porque não estamos ouvindo.

Esta semana me deparei com um texto que dizia: “Ás dez formas de amar” –  Bem interessante; anotei na minha página de forma que pudesse ler sempre.

Então, hoje estou lendo: “A primeira forma de amar é: ouvir sem interromper!

Que tal pensar nisto?

Quantas vezes passamos pelas pessoas e sem estarmos prontos para não ouvir perguntamos: Tudo bem? Certamente pela indução da pergunta o outro acuado responde: sim! Tudo bem.

Porém, precisamos adaptar nosso ouvido à forma do amor e perguntar: Como você está? Esta pessoa terá a liberdade de falar e de ser ouvida.

Mas o que é mesmo ouvir? (mais…)

“Para dedicar tempo aos filhos, é preciso deixar outras coisas de lado”

O escritor Sergio Sinay, 66 anos, é     um especialista em vínculos humanos. Sociólogo e jornalista, formou-se na     Escola de Psicologia da Associação Gestáltica de Buenos Aires. Requisitado     consultor sobre assuntos familiares e relações pessoais, tem vários livros     publicados. O mais novo, Sociedade dos Filhos     Órfãos, que acaba de sair em português (Editora BestSeller), é uma dura     crítica ao modo de vida da atualidade, em que pais delegam a educação e a     atenção aos filhos para babás, escolas e até para as novas tecnologias –     como celular, televisão e computadores. Esse comportamento transmite aos     filhos a noção errada de que basta ter dinheiro para encontrar quem se     encarregue daquilo que nos cabe fazer, afirma Sinay, em seu     livro.

Casado e pai de um jovem, Sinay diz que o amor é uma construção     contínua que se fortalece diariamente com responsabilidade e     comprometimento. “Para dedicar tempo aos filhos, é preciso deixar outras     coisas de lado”. A seguir trechos da entrevista concedida ao     Mulher7x7.
Mulher7x7- Há uma geração de filhos sem pais presentes nascendo     ou ela sempre existiu?
SERGIO SINAY –     Sempre houve pais que não assumem responsabilidades e sempre haverá. Mas     nunca houve como hoje um fenômeno social tão amplo e profundo a ponto de     criar uma geração de filhos órfãos de pais vivos. Pela primeira vez podemos     dizer, infelizmente, que os filhos com pais presentes que cumprem suas     funções são uma minoria.
Até que ponto a relação dos pais com os filhos reproduz um estilo     de vida da atualidade? (mais…)

APRENDENDO A ORAR COM(O) JESUS, “PERDOA-NOS”

Jesus nos ensina a pedir perdão pelos nossos pecados.
Jesus nos ensina também que devemos perdoar o outro (que nos ofende) do modo  como somos perdoados por Deus (a quem ofendemos). O padrão é elevado.
Precisamos cuidar para desenvolver algumas atitudes nesta caminhada:

1.    Precisamos DESEJAR ter o mesmo SENTIMENTO que houve em Jesus, que, para perdoar, chegou a morrer. Precisamos desejar amar como Jesus amou, a perdoar como Jesus perdoou. É difícil? É, mas deve ser a meta de todo o coração em quem o Espírito Santo habita. Estamos em dívida com o Pai e ele nos compreende e perdoa. Se alguém está em dívida conosco, devemos compreender e perdoar, com Deus faz conosco. (mais…)

Pontualidade é sinal de boas maneiras

Conheço pessoas que chegam compulsivamente atrasadas em seus compromissos. Imprevistos acontecem, mas essas pessoas sempre têm um motivo para o seu atraso. Tudo é uma questão de organização do tempo e respeito com os demais envolvidos. O tempo é um dos nossos maiores bens, chegar atrasado a um compromisso é um desrespeito, pois tomará o tempo da outra pessoa que chegou ao seu encontro pontualmente. Pessoas bem educadas, que demonstram constante pontualidade, demonstram responsabilidade, estabilidade e que valorizam os outros. (mais…)

Senhor, salva-nos, que estamos perecendo!!!

“E eis que sobreveio no mar uma grande tempestade, de sorte que o barco era varrido pelas ondas. Entretanto, Jesus dormia. Mas os discípulos vieram acordá-Lo, clamando: Senhor, salva-nos, perecemos!” (Mateus, 8.24-25)

Aquela não era para ser uma viagem longa, se tratava de um lago pequeno, conhecido por todos e seguro… mas tudo deu errado. Temos cuidado quando calculamos os maiores projetos da nossa vida, mas tendemos a ser desatenciosas e descuidadas com o que classificamos de projetos menores, coisas do dia a dia, aquelas bobagens com as quais estamos acostumadas a tirar de letra. Vez por outra, no entanto, algo inesperado acontece. E então: “Salva-nos Senhor, não sabemos o que saiu errado, fizemos tudo como sempre fizemos, mas estamos perecendo!”. (mais…)

Em busca da felicidade

“Deus viu tudo que Ele fez, e isso de fato era muito bom…”

Como se encontra a felicidade? Realmente, não há nada que deve ser mais procurado no mundo.

Você já se fez esta pergunta? Já procurou ou está à procura de ser feliz?

Será que há algum indivíduo que não procure por essa resposta? Afinal, nascemos com esse desejo.

Quando pequenos somos felizes e realizados com pequenas coisas, o brincar na rua era motivo da realização da semana, mas á medida que crescemos isso já não nos satisfaz, e faz com que queiramos bem mais, não é mesmo?

Mas o que pode saciar a nossa necessidade e nos tornar seres humanos mais felizes? (mais…)

Nuvem de etiquetas